ACESSIBILIDADE
TAMANHO DA FONTE:
A+
A
A-
  • serviços Cidadão

  • serviços Empresa

  • serviços Servidor

  • consulta Processos

  • Acesso à
    Informação
+
postado em 30 jan 2007 em Notícias

Saneago alerta sobre válvula eliminadora de ar

     Os consumidores goianos estão recebendo uma carta circular da Saneago, anexada à conta de água, esclarecendo que não procedem as informações de que a instalação  da válvula eliminadora de ar nos hidrômetros ou redes de distribuição de água venha a reduzir o valor da conta. Além de não contribuir para diminuir o valor da conta de água, o consumidor ainda tem gasto na compra do aparelho que não tem nenhuma eficácia.

     Estudos realizados pela Saneago e por outras empresas do ramo, como a Caesb de Brasília, a Sabesp de São Paulo e a própria Fundação Nacional de Saúde (Funasa), mostram que a instalação do equipamento pode interferir no bom funcionamento dos hidrômetros, provocando alterações no sistema de medição, em muitos casos com prejuízo aos próprios usuários. Em diversos casos acompanhados pela estatal goiana, clientes que optaram por instalar esses aparelhos tiveram o consumo medido alternado para maior, e não diminuído, como prometem propagandas divulgadas pelos fabricantes dos “eliminadores de ar”.

     A Companhia de Saneamento do Distrito Federal (Caesb) manifesta suas desconfianças sob aspectos técnicos e operacionais do aparelho. O levantamento realizado pela empresa na casa de vários clientes que haviam instalado o aparelho mostrou vazamentos que comprovaram que as válvulas instaladas  permitiram a passagem de água nos dois sentidos, fato que representa perdas e desperdício no sistema de distribuição de água. A Funasa também comprovou que os aparelhos não são eficientes e alerta quanto aos riscos que eles podem provocar à saúde da população.

     De acordo com o estudo técnico da Saneago, as redes distribuidoras só apresentam ar em seu interior quando ocorre a interrupção do seu funcionamento, já que em situações normais essas redes encontram-se repletas de água. Além de não funcionar, os eliminadores de ar colocam em risco a qualidade da água de toda a rede à qual está ligado o imóvel, podendo ocasionar vazamentos e contaminações da água por agentes externos. Esse problema pode se estender também aos demais imóveis ligados à mesma rede.

      Mais informações: (62) 3243-3175 .  Agecom - GO

Compartilhe notícia:

Telefones úteis

Lista telefones da Prefeitura

Executivo

Gabinete do Prefeito

64 3602-8030

Órgãos e Empresas Públicas

Procuradoria Geral do Município

64 3602-8026

AMT - Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito

64 3620-2069 / 3620-0007 e 156

IPARV – Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Rio Verde

64 2101-7100 , 2101-7101, 2101-7102

PROCON

64 3602-8600

AMAE/RV - Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico

64 3620-2065 / 9 9264-3896

Hospital Materno Infantil Augusta Bastos (HMIAB)

64 36

Departamentos

CMEI Professora Judith Iara Alves Augusto

64 99284-7521

EMEF Professora Maria Dulce Rocha Duarte Barbosa

64 3620-2011 / 9 9278-2472

CMEI Caminho da Vida

64 3620-3228

Secretarias

Secretaria de Planejamento e Gestão

64 3602-8040 / 3602-8087

Controladoria Geral do Município

64 3602-8055

Secretaria de Assistência Social

64 3602-8800

Secretaria de Turismo

64 3620-2146

Secretaria da Fazenda

64 3624-2400 / 2413

Secretaria de Educação

64 3602-8200

Secretarias

Secretaria de Saúde

64 3602-8100 - 64 3602-8123

Secretaria de Ação Urbana e Serviços Públicos

64 3620-2131 / 3620-2141

Secretaria Infraestrutura Urbana

64 3602-7200

Secretaria de Infraestrutura Rural

64 3620-0012

Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável

64 3620-4130

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

64 3612-1944

Secretaria de Esportes e Lazer

64 3620-2081, 3620-2042, 3620-2119

Secretaria de Meio Ambiente

64 3602-8400

Secretaria de Comunicação Social

64 3602-8001

Secretaria de Cultura

64 3620-2071

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária

64 3602-1281 / 64 992241507