ACESSIBILIDADE
TAMANHO DA FONTE:
A+
A
A-
  • serviços Cidadão

  • serviços Empresa

  • serviços Servidor

  • consulta Processos

  • Acesso à
    Informação
+
postado em 24 jan 2008 em Secretaria de Saúde

SAMU de Rio Verde começará atendimento em breve

A Prefeitura de Rio Verde, por meio da Secretaria de Saúde, está empenhada há mais de três anos na implantação do Programa Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) na Cidade. Após inúmeros encontros reunindo Coordenadores Estaduais, Prefeitos e Secretários de Saúde dos 28 municípios que compõem as regiões Sudoeste I e II, o sonho está perto de se tornar realidade. Segundo o secretário de saúde Eduardo Martins, em pouco tempo, o Serviço, que já tem local definido (funcionará na antiga sede da Secretaria de Saúde – ao lado do CAIS) e está devidamente equipado, estará em funcionamento. “O Programa é do governo Federal, através do Ministério da Saúde, mas o prefeito Paulo Roberto Cunha dispensou esforço, determinação e coragem para trazer uma unidade do órgão para o nosso Município”, ressaltou.   Conforme fez questão de frisar, a Prefeitura tem parcela significativa e majoritária nesse processo, já que  a verba dispensada pelo Programa sequer dará para pagar os profissionais. A manutenção ficará por conta do Poder Público Municipal, até porque o SAMU funcionará com duas equipes, uma do próprio programa e outra de regulação do sistema”, destacou Eduardo.   De acordo com o Programa, as unidades funcionam com plantão 24 horas, com equipes capacitadas para atender urgências de diferentes naturezas e com instalação que atenda a todos os requisitos do regulamento. "A implantação do Samu representa um ganho significativo para a Cidade. Ele atenderá, com excelência, as necessidades de emergência e urgência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas", comenta o Secretário.   Para discutir a implantação do órgão em Rio Verde, envolvidos no processo participarão de um debate que acontecerá hoje, 24, na Câmara Municipal, às 19 horas. Estarão presentes na solenidade representantes dos governos: estadual e federal; deputados; vereadores; bem como representantes do Conselho Municipal de Saúde e populares.   Saiba mais sobre o Programa - SAMU   O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) é um programa que tem como finalidade prestar o socorro à população em casos de emergência. O Programa, do governo federal visa reduzir o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as seqüelas decorrentes da falta de socorro precoce. O serviço funciona 24 horas por dia com equipes de profissionais de saúde, como médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e socorristas que atendem às urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental da população.   O Samu realiza o atendimento de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas. O socorro é feito após chamada gratuita. A ligação é atendida por técnicos na Central de Regulação que identificam a emergência e, imediatamente, transferem o telefonema para o médico regulador. Esse profissional faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante, orientando o paciente, ou a pessoa que fez a chamada, sobre as primeiras ações.   Ao mesmo tempo, o médico regulador avalia qual o melhor procedimento para o paciente: orienta a pessoa a procurar um posto de saúde; designa uma ambulância de suporte básico de vida, com auxiliar de enfermagem e socorrista para o atendimento no local; ou, de acordo com a gravidade do caso, envia uma UTI móvel, com médico e enfermeiro. Com poder de autoridade sanitária, o médico regulador comunica a urgência ou emergência aos hospitais públicos e, dessa maneira, reserva leitos para que o atendimento de urgência tenha continuidade.   Números surpreendem   A saúde é uma das áreas da gestão pública que mais merece destaque seja no Município, no Estado ou no Brasil. Prova disso é que exige e consome 15% da arrecadação Municipal.  Ao se comparar diferentes países, estudos comprovam que quanto melhor é o nível de saúde, tanto menor é a proporção de óbitos pós-neonatais e maiores são outros benefícios decorrentes dessa qualificação. A atual administração, sempre esteve ciente de que garantir saúde pública qualificada é uma forma de expressar seu respeito e dignidade à população que merece ter seus direitos atendidos no que diz respeito ao seu bem-estar físico e social e de toda sua família.   Transformar a saúde pública de Rio Verde nos últimos seis anos foi um desafio prático aos administradores, principalmente, levando-se em conta o conhecimento das problemáticas existentes até então. Mas otimizando a produtividade, manejando os problemas e conflitos cotidianos, foi possível fazer uma leitura da real situação em que a pasta se encontrava e trabalhar no sentido de promover uma reforma geral em toda a estrutura da saúde de Rio Verde.   Hoje, o Município se coloca como pólo regional de saúde, com uma estrutura médico-hospitalar bem equipada e especializada. Para isso, foi preciso investir numa reforma geral em todos os programas, hospitais e postos de saúde, assim que a atual administração assumiu a Prefeitura, em 2001. Logo no início do primeiro mandato da gestão de Paulo Roberto foi criado o Cartão SUS. Rio Verde foi o terceiro município do Estado a implantar o cartão.   Vale ressaltar que, em 2000, quando a cidade contava com apenas três postos de saúde, em situação precária, o Hospital Regional realizou cerca de 70 mil atendimentos, enquanto que nos últimos anos, a média anual de atendimento no Hospital ultrapassa os 210 mil, o que equivale a um salto de três vezes nos últimos seis anos.   Com a reativação dos postos de saúde – hoje são 11 em funcionamento – ampliação, reforma e construção de outros, além dos inúmeros investimentos realizados constantemente no setor – a média de atendimento mensal em toda a rede pública de saúde chega a 40 mil. De 2001 a julho de 2007 quase 7 milhões de pessoas receberam atendimentos municipais de saúde.

Compartilhe notícia:

Telefones úteis

Lista telefones da Prefeitura

Executivo

Gabinete do Prefeito

64 3602-8030

Órgãos e Empresas Públicas

Procuradoria Geral do Município

64 3602-8026

AMT - Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito

64 3620-2069 / 3620-0007 e 156

IPARV – Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Rio Verde

64 2101-7100 , 2101-7101, 2101-7102

PROCON

64 3602-8600

AMAE/RV - Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico

64 3620-2065 / 9 9264-3896

Hospital Materno Infantil Augusta Bastos (HMIAB)

64 36

Departamentos

CMEI Professora Judith Iara Alves Augusto

64 99284-7521

EMEF Professora Maria Dulce Rocha Duarte Barbosa

64 3620-2011 / 9 9278-2472

CMEI Caminho da Vida

64 3620-3228

Secretarias

Secretaria de Planejamento e Gestão

64 3602-8040 / 3602-8087

Controladoria Geral do Município

64 3602-8055

Secretaria de Assistência Social

64 3602-8800

Secretaria de Turismo

64 3620-2146

Secretaria da Fazenda

64 3624-2400 / 2413

Secretaria de Educação

64 3602-8200

Secretarias

Secretaria de Saúde

64 3602-8100 - 64 3602-8123

Secretaria de Ação Urbana e Serviços Públicos

64 3620-2131 / 3620-2141

Secretaria Infraestrutura Urbana

64 3602-7200

Secretaria de Infraestrutura Rural

64 3620-0012

Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável

64 3620-4130

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

64 3612-1944

Secretaria de Esportes e Lazer

64 3620-2081, 3620-2042, 3620-2119

Secretaria de Meio Ambiente

64 3602-8400

Secretaria de Comunicação Social

64 3602-8001

Secretaria de Cultura

64 3620-2071

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária

64 3602-1281 / 64 992241507