MAPA DO SITE TELEFONES ÚTEIS
ACESSIBILIDADE
TAMANHO DA FONTE:
A+
A
A-
  • serviços Cidadão

  • serviços Empresa

  • serviços Servidor

  • consulta Processos

  • Acesso à
    Informação
+
postado em 11 set 2006 em Secretaria Infraestrutura Urbana

Safra brasileira de grãos é de 119,9 milhões/t

                         A 10ª e última estimativa da produção nacional de grãos realizada pela Conab aponta que o Brasil vai colher 119,9 milhões de toneladas, na safra 2005/06. O resultado, divulgado nesta segunda-feira pelo presidente da Companhia, Jacinto Ferreira, é 5,3% maior que o obtido na safra anterior (113,9 milhões/t) ou 0,2% a mais que o demonstrado na pesquisa de julho (119,7 milhões/t). A produtividade foi o principal fator para a manutenção desse crescimento, favorecido especialmente pelas lavouras de milho, algodão e arroz.   No que se refere à área plantada, o levantamento mostra uma redução de 3,7%, passando de 49,1 milhões de hectares no ciclo 2004/05 para 47,3 milhões/ha. A diminuição é verificada principalmente no algodão (27,3%), arroz (23,7%), soja (4,6%) e trigo (14,3%). Por outro lado, foi mantido o crescimento nas áreas de plantio de milho primeira safra (6,5%), segunda safra (2,8%), feijão primeira safra (6,3%) e segunda safra (10,9%). Este último incentivado pelos bons preços pagos aos produtores na época do plantio. Já o bom desempenho do milho se deve à ocupação do espaço deixado pela soja.   Milho – A produção total fechou em 41,7 milhões/t ou 19,1% a mais que a safra anterior (35 milhões/t). O grão primeira safra aumentou 16,5% (de 27,3 milhões/t para 31,8 milhões/t). O da segunda safra cresceu 28,1% (de 7,7 milhões/t para 9,9 milhões/t).   Feijão - Houve aumento total de 427,7 mil/t (14%). No da primeira safra, saiu de 1.101,2 mil/t para 1.149,0 mil/t (4,3%). O da segunda safra, de 984,5 mil/t para 1.469,7 mil/t (49,3%) e o de terceira safra caiu de 959,8 mil/t para 854,5 mil/t (11%). Esta redução se deve à variação climática, com períodos de falta e excesso de chuva.   Soja - Crescimento de 1,96 milhão/t (3,8%), passando de 51,5 milhões/t para 53,4 milhões/t.   Algodão em pluma e caroço - Queda de 20,8% do em pluma (de 1,3 milhão/t para 1,03 milhão/t) e redução de 21,5% do em caroço (de 2,13 milhões/t para 1,67 milhão/t).   Para atualizar os números desse último estudo, técnicos da Conab mantiveram contatos com representantes de cooperativas, órgãos públicos e privados, agentes financeiros e produtores de todo o país, entre os dias 21 e 25 de agosto. O 1º levantamento da próxima safra será realizado na semana que vem (18 a 22/09) e divulgado no dia 5 de outubro.   Mais informações: www.conab.gov.br     

Compartilhe notícia:

Telefones úteis

Lista telefones da Prefeitura

Executivo

Gabinete do Prefeito

64 3602-8030

Órgãos e Empresas Públicas

Chefia de Gabinete do Prefeito

64 3602-8030, 3602-8048

Procuradoria Geral do Município

64 3602-8026

AMT - Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito

64 3620-2069 / 3620-0007 e 156

IPARV – Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Rio Verde

64 2101-7100 , 2101-7101, 2101-7102

PROCON

64 3602-8600

AMAE/RV - Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico

64 3620-2065 / 9 9264-3896

Secretarias

Secretaria de Planejamento e Gestão

64 3602-8040 / 3602-8035

Controladoria Geral do Município

64 3602-8055

Secretaria de Assistência Social

64 3602-8800

Secretaria da Fazenda

64 3624-2400 / 2413

Secretaria de Educação

64 3602-8200

Secretarias

Secretaria de Saúde

64 3602-8100 - 64 36028123

Secretaria de Ação Urbana e Serviços Públicos

64 3620-3203 / 64 3620-2131

Secretaria Infraestrutura Urbana

64 3602-7200

Secretaria de Infraestrutura Rural

64 3620-0012

Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo

64 3620-4130

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

64 3612-1944

Secretaria de Esportes e Lazer

64 3620-2081, 3620-2042, 3620-2119

Secretaria de Meio Ambiente

64 3602-8400

Secretaria de Comunicação Social

64 3602-8001

FMC - Fundação Municipal de Cultura

64 3620-2071

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária

64 3602-1281 / 64 992241507