ACESSIBILIDADE
TAMANHO DA FONTE:
A+
A
A-
  • serviços Cidadão

  • serviços Empresa

  • serviços Servidor

  • consulta Processos

  • Acesso à
    Informação
+
postado em 22 fev 2011 em Secretaria de Comunicação Social

Rio-verdense recebe prêmio de Melhores do Hipismo 2010 em SP

Praticante do hipismo há quatro anos na modalidade Adestramento Paraequestre, a rio-verdense Sissy Romano vai receber nesta sexta-feira, 25, em São Paulo o prêmio “Hipismo Brasil 2010”. O evento, que será realizado no salão nobre do Jóquei Clube, é uma promoção da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), que condecora anualmente os melhores cavaleiros e amazonas em suas oito modalidades: Salto, Adestramento, Concurso Completo, Adestramento Paraequestre, Enduro, Volteio, Rédeas e Atrelagem.

  Filha do professor e escritor Ademar Romano e da bibliotecária da Cefet Maria Aparecida Romano, Sissy compete desde 2008 quando alcançou 1º lugar em sua categoria e 3º na categoria geral. Já no ano passado, a rio-verdense conquistou três medalhas de ouro no Campeonato Brasileiro realizado em novembro.   Conforme destacou a competidora, o seu grande sonho é seguir adiante com o esporte e competir no mundial que acontece em outubro deste ano no México. “A pontuação conquistada no campeonato brasileiro que acontecerá em Março será pré-requisito para participação no Mundial. É para isso que vou batalhar”, destaca.   Determinada e com muita força de vontade, Sissy conta que tomou gosto pelo esporte a partir da Equoterapia (terapia realizada com cavalos) que precisou praticar para se recuperar de sequelas deixadas por dois AVCs sofridos após o parto. Segundo ela, o resultado foi rápido e notório. “Da equoterapia segui para o hipismo e não quis mais parar. É um orgulho muito grande representar minha cidade, meu estado e meu país em um prêmio tão representativo como este”.   Para conquistar esse sucesso, a atleta conta que treina uma vez por semana no Sindicato Rural e diariamente quando se aproxima os campeonatos. E faz questão de enaltecer o seu treinador Alvanir Vilela Rezende Júnior. “Ele é um equitador, especializado no paraolímpico e faz um trabalho voluntário com muita competência”.   Sissy também aproveita para agradecer o apoio da Prefeitura, que oferece uma ajuda de custo mensal de R$ 300 para custear o treinamento da praticante do Paraequestre e vai pagar as despesas da viagem da vencedora e acompanhante para São Paulo, onde ela receberá o prêmio.   Apesar das dificuldades que enfrentou, Sissy Romano nunca se deixou abater. É sempre sorridente, otimista e se diz até mais feliz que antes dos AVCs. “Antes, eu era triste, às vezes mal-humorada e não sabia por quê. Hoje, aprendi a dar valor nas pequenas coisas da vida e sou muito mais feliz”, ressaltou.       Adestramento Paraequestre   Única disciplina do Hipismo do Programa Paraolímpico, o Adestramento Paraequestre é a 8ª disciplina esportiva da Federação Equestre Internacional (FEI), sendo praticada por pessoas portadoras de necessidades especiais (PPNE). Os benefícios da equitação terapêutica são conhecidos desde 460 a.C. e sua prática adotada nos países europeus ao longo da história. A partir da década de 1970, no entanto, esta forma de reabilitação física e social de pessoas com alguma deficiência ganhou também o status de competição por iniciativa de países como Escandinávia e Grã Bretanha. Nascia o Adestramento Paraequestre.   Vários países do Continente e a América do Norte adotaram a modalidade que em 1984 foi apresentada na Paraolimpíada de Nova York. No entanto, o número insuficiente de participantes acabou tirando o esporte das Paraolimpíadas de 1988, 1992 e 1996. O Adestramento Paraequestre só voltaria a fazer parte da programação nos Jogos de 2000, em Sidney, Austrália.
Hoje, o Adestramento Paraequestre marca presença em 40 países e é praticado por atletas com diferentes tipos de deficiência. No Brasil, a equitação terapêutica foi adotada também na década de 1970 e entre os pioneiros estavam a fisioterapeuta Gabriele B. Walter e o Centro Equestre do Torto, na Granja do Torto, em Brasília (DF), onde nasceu a ANDE-Brasil – Associação Nacional de Equoterapia. O conceito esportivo, no entanto, só se concretizou a partir de 2000, tendo Gabriele B. Walter como pioneira na ministração de cursos e busca do apoio da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) que passou a regulamentar o esporte a partir de 2002.                                                                Fotos: Arquivo Pessoal 

Atleta exibe troféu e medalha conquistados no Campeonato Brasileiro

Sissy Romano descobriu o esporte a partir da Equoterapia

Compartilhe notícia:

Telefones úteis

Lista telefones da Prefeitura

Executivo

Gabinete do Prefeito

64 3602-8030

Órgãos e Empresas Públicas

Procuradoria Geral do Município

64 3602-8026

AMT - Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito

64 3620-2069 / 3620-0007 e 156

IPARV – Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Rio Verde

64 2101-7100 , 2101-7101, 2101-7102

PROCON

64 3602-8600

AMAE/RV - Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico

64 3620-2065 / 9 9264-3896

Hospital Materno Infantil Augusta Bastos (HMIAB)

64 36

Ouvidoria - Prefeitura de Rio Verde (GO)

64 3602-8080

Departamentos

CMEI Professora Judith Iara Alves Augusto

64 99284-7521

EMEF Professora Maria Dulce Rocha Duarte Barbosa

64 3620-2011 / 9 9278-2472

CMEI Caminho da Vida

64 3620-3228

Secretarias

Secretaria de Planejamento e Gestão

64 3602-8040 / 3602-8087

Controladoria Geral do Município

64 3602-8055

Secretaria de Assistência Social

64 3602-8800

Secretaria de Turismo

64 3620-2146

Secretaria da Fazenda

64 3624-2400 / 2413

Secretaria de Educação

64 3602-8200

Secretarias

Secretaria de Saúde

64 3602-8100 - 64 3602-8123

Secretaria de Ação Urbana e Serviços Públicos

64 3620-2131 / 3620-2141

Secretaria Infraestrutura Urbana

64 3602-7200

Secretaria de Infraestrutura Rural

64 3620-0012

Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável

64 3620-4130

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

64 3612-1944

Secretaria de Esportes e Lazer

64 3620-2081, 3620-2042, 3620-2119

Secretaria de Meio Ambiente

64 3602-8400

Secretaria de Comunicação Social

64 3602-8001

Secretaria de Cultura

64 3620-2071

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária

64 3602-1281 / 64 992241507