MAPA DO SITE TELEFONES ÚTEIS
ACESSIBILIDADE
TAMANHO DA FONTE:
A+
A
A-
  • serviços Cidadão

  • serviços Empresa

  • serviços Servidor

  • consulta Processos

  • Acesso à
    Informação
+
postado em 15 mar 2006 em Notícias

Prefeitura assina tratado de cooperação mútua no Seminário de Recursos Humanos

O secretário de Governo, Rubens Leão, representando o prefeito de Rio Verde Paulo Roberto Cunha participou, hoje pela manhã, do I Seminário de Recursos Humanos do Sudoeste Goiano e assinou o Tratado de Cooperação Mútua entre as partes, juntamente com empresários, representantes classistas e autoridades. Este documento é base para aplicação do projeto de inserção dos Jovens Aprendizes e das pessoas portadoras de deficiência no mercado de trabalho.   “A idéia do Seminário e desse tratado é muito bem vinda, pois vem ao encontro com as propostas do governo de Paulo Roberto Cunha, na criação de políticas públicas que minimizem a discriminação, criem oportunidades de trabalho para os portadores de necessidades especiais e façam valer o direito de ir e vir dessas pessoas”, destacou Rubens Leão.   Cerca de 500 pessoas estavam presentes, entre representantes de entidades, empresários, o presidente da Acirv, Oduvaldo Lopes Ferreira; o presidente da Associação dos Deficientes de Rio Verde, Jairo Carlos de Morais, estudantes universitários, e deficientes físicos também compareceram ao evento.   O I Seminário de Recursos Humanos do Sudoeste Goiano é uma realização do Fórum de RH de Rio Verde, em parceria com a Acirv (Associação Comercial e Industrial de Rio Verde), empresas da região, como a Perdigão, o Senac, a Procuradoria Regional do Trabalho, a Delegacia Regional do Trabalho de Goiás, a Adefirv e conta com o apoio da Prefeitura de Rio Verde. O evento acontece durante todo o dia de hoje, até as 17 horas, no auditório do Senac em Rio Verde, onde estão acontecendo palestras de diferentes temas e ao final cada participante receberá o certificado de participação.   O evento teve início às 9 horas com a execução do Hino Nacional e algumas palavras proferidas por membros da mesa diretiva, entre eles o Secretário de Governo, o presidente da Acirv, o Delegado Regional do Trabalho, Inocêncio Gonçalves Borges e a secretária da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Terezinha Barbosa.   Em seguida, teve início o ciclo de palestras. A primeira delas foi proferida pelo Frei Venildo Trevisan, representando o bispo da Diocese de Jataí, Dom Aluísio de Pinho, com o tema “A importância da oportunidade do trabalho para a juventude e para a pessoa portadora de deficiência como fator de promoção social”. A programação segue com palestras e depoimentos de deficientes físicos.   Rio Verde é uma das cidades de Goiás que mais cresceu nos últimos anos, devido a vinda de Indústrias de grande porte e o intenso fluxo migratório de pessoas de todo Brasil, o que possibilitou mais investimento e desenvolvimento do Município. Por isso, há a necessidade de se criar políticas que agreguem o poder público, empresários, entidades de classes e toda a  população na tentativa de conscientizar todos da importância da inclusão social, tanto de jovens quanto de pessoas portadoras de necessidades especiais.   “Esse seminário tem como objetivo principal incentivar a inserção do jovem trabalhador e do deficiente no mercado de trabalho de Rio Verde e não só isso, mas também mostrar e conscientizar o empresariado rio-verdense da sua responsabilidade com o cidadão e com os deficientes”, destacou o presidente da Acirv.   Em Goiás, já são 10 as cidades que aplicam o Projeto Jovem Aprendiz, em que jovens de 14 a 24 anos são inseridos no mercado de trabalho, por meio da contratação realizada pelas empresas da região. Os participantes precisam estar matriculados no ensino médio ou fundamental e posteriormente poderão ser contratados como efetivos pelas empresas.   “O principal objetivo do Programa Jovem Aprendiz é aprender fazer, fazendo. Hoje, 60% desses jovens são contratados definitivamente pelas empresas. É por isso que estamos convocando toda população, empresários, igreja, poder público, para trabalhar e dar um salto na inserção e na qualificação profissional dos jovens aprendizes de Rio Verde”, ressaltou Inocêncio Gonçalves Borges.   O Secretário de Governo de Rio Verde acrescenta ainda que a Prefeitura, por meio da Secretaria de Promoção Social, atua com o Projeto Pet, que já colocou cerca de 200 jovens no mercado de trabalho. “Esse é um dos pontos fundamentais da administração do prefeito Paulo Roberto Cunha, que vai incluir em seu plano diretor, como uma das principais metas, a questão da acessibilidade, a fim de diminuir o problema e facilitar o acesso dessas pessoas no mercado de trabalho e na rotina da Cidade”, acrescentou.   O Programa Jovem Aprendiz existe desde 2003 e atende cerca de 150 jovens em Rio Verde, contratados pos empresários do setor de comércio e serviços, que ao contratá-los por tempo determinado, estão cumprindo a Lei que determina a contratação legal de jovens aprendizes. “O programa tem o caráter de inclusão social e, sobretudo a garantia do link educação e trabalho”, disse a gerente do Senac de Rio Verde, Mariza Adub.   O I Seminário de Recursos Humanos do Sudoeste pode ser destacado pela sua importância em vários aspectos: ao núcleo empresarial por criar condições e a consciência da necessidade de inserção de jovens e portadores de deficiência no mercado de trabalho. Além disso, mostrar às autoridades a realidade de Rio Verde. “Em Rio Verde, nós precisaríamos de cerca de 1000 deficientes para suprir as vagas legais que existem, mas para isso é preciso que haja conscientização das autoridades e também dos deficientes, que muitas vezes se submetem às políticas governamentais ao invés de trabalhar. Hoje, por lei, as empresas são obrigadas a destinar 5% do seu quadro de funcionários para deficientes”, destacou o supervisor de relações humanas da Perdigão e coordenador do Seminário, Robson César Triches.   As entidades educacionais também precisam se conscientizar da necessidade real do mercado de trabalho e assim educar e treinar as pessoas portadoras de necessidades especiais para inserção nesse mercado.   “É preciso que as entidades, o poder público, a sociedade, os empresários e a população se conscientizem das leis, exigindo o cumprimento delas. Além disso, é muito importante a criação de uma massa crítica e a discussão, com maior clareza, do assunto, para que juntos possamos construir soluções eficientes para o problema dos deficientes”, concluiu Robson Triches.  

Compartilhe notícia:

Telefones úteis

Lista telefones da Prefeitura

Executivo

Gabinete do Prefeito

64 3602-8030

Órgãos e Empresas Públicas

Chefia de Gabinete do Prefeito

64 3602-8030, 3602-8048

Procuradoria Geral do Município

64 3602-8026

AMT - Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito

64 3620-2069 / 3620-0007 e 156

IPARV – Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Rio Verde

64 2101-7100 , 2101-7101, 2101-7102

PROCON

64 3602-8600

AMAE/RV - Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico

64 3620-2065 / 9 9264-3896

Secretarias

Secretaria de Planejamento e Gestão

64 3602-8040 / 3602-8035

Controladoria Geral do Município

64 3602-8055

Secretaria de Assistência Social

64 3602-8800

Secretaria da Fazenda

64 3624-2400 / 2413

Secretaria de Educação

64 3602-8200

Secretarias

Secretaria de Saúde

64 3602-8100 - 64 36028123

Secretaria de Ação Urbana e Serviços Públicos

64 3620-3203 / 64 3620-2131

Secretaria Infraestrutura Urbana

64 3602-7200

Secretaria de Infraestrutura Rural

64 3620-0012

Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo

64 3620-4130

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

64 3612-1944

Secretaria de Esportes e Lazer

64 3620-2081, 3620-2042, 3620-2119

Secretaria de Meio Ambiente

64 3602-8400

Secretaria de Comunicação Social

64 3602-8001

FMC - Fundação Municipal de Cultura

64 3620-2071

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária

64 3602-1281 / 64 992241507