MAPA DO SITE TELEFONES ÚTEIS
ACESSIBILIDADE
TAMANHO DA FONTE:
A+
A
A-
  • serviços Cidadão

  • serviços Empresa

  • serviços Servidor

  • consulta Processos

  • Acesso à
    Informação
+
postado em 25 out 2006 em Secretaria de Planejamento e Gestão

Pesquisa de preços revela aumento em carne e cesta básica

O Procon de Rio Verde divulgou hoje, dia 25, o resultado da pesquisa de preço da carne, realizada na primeira quinzena deste mês. A análise foi feita em dez estabelecimentos de diferentes bairros da Cidade e analisou 34 tipos de carnes.

O resultado demonstrou que, em comparação ao mês de setembro, o preço máximo da arroba do boi gordo aumentou 11,32%, passando de R$ 53 para R$ 59. Já o quilo do suíno vivo sofreu aumento de 10%. O preço máximo encontrado este mês foi de R$ 2,20 contra R$ 2 registrado no mês passado. Dos 34 itens pesquisados, 30 apresentaram aumento no preço médio geral em comparação com o mês anterior.   Os 10 produtos que estão mais caros este mês são: frango congelado, lingüiça mista, toucinho, músculo, acém, bisteca bovina, carne de sol, coxão duro, patinho e lagarto. Os tipos de carne que mais sofreram queda de preço com relação à pesquisa de agosto foram: frango caipira congelado, bisteca suína, lingüiça de porco e costelinha.   Os 10 produtos que mais sofreram variação entre o menor e o maior preço encontrado nas casas de carnes e supermercados em setembro foram: picadinho, toucinho, lingüiça mista, filé, suan, costela, rabada, picanha, frango congelado e carne de sol.   Preço da cesta básica também aumenta em Rio Verde   No mesmo período, o Procon realizou também uma pesquisa sobre o preço de cesta básica em estabelecimentos locais e constatou o aumento de 1,53% no preço, em comparação com o mês passado. Em setembro, o valor médio da cesta era de R$ 188,45. Neste mês, o valor encontrado foi de R$ 191,33. Os ítens que mais tiveram seus preços reduzidos foram: fubá de milho, amido de milho, biscoito, sabonete, vagem, farinha de trigo, leite em pó, macarrão, farinha de mandioca e óleo de soja.   Os produtos que mais tiveram os preços elevados foram: pepino, feijão carioca, tomate, carne de frango, sabão em pó, cebola, papel higiênico, músculo bovino, detergente líquido e achocolatado.
O Procon ressalta que o resultado de ambas as pesquisas se encontram expostos no mural do Procon à disposição de todos. “Orientamos os consumidores a pesquisarem antes de comprarem, pois conforme comprovou a pesquisa, a maioria dos ítens pesquisados apresentou variação entre menor e maior preço”, explica o diretor do Procon, Luciano Ribeiro.  

Compartilhe notícia:

Telefones úteis

Lista telefones da Prefeitura

Executivo

Gabinete do Prefeito

64 3602-8030

Órgãos e Empresas Públicas

Chefia de Gabinete do Prefeito

64 3602-8030, 3602-8048

Procuradoria Geral do Município

64 3602-8026

AMT - Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito

64 3620-2069 / 3620-0007 e 156

IPARV – Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Rio Verde

64 2101-7100 , 2101-7101, 2101-7102

PROCON

64 3602-8600

AMAE/RV - Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico

64 3620-2065 / 9 9264-3896

Secretarias

Secretaria de Planejamento e Gestão

64 3602-8040 / 3602-8035

Controladoria Geral do Município

64 3602-8055

Secretaria de Assistência Social

64 3602-8800

Secretaria da Fazenda

64 3624-2400 / 2413

Secretaria de Educação

64 3602-8200

Secretarias

Secretaria de Saúde

64 3602-8100 - 64 36028123

Secretaria de Ação Urbana e Serviços Públicos

64 3620-3203 / 64 3620-2131

Secretaria Infraestrutura Urbana

64 3602-7200

Secretaria de Infraestrutura Rural

64 3620-0012

Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo

64 3620-4130

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

64 3612-1944

Secretaria de Esportes e Lazer

64 3620-2081, 3620-2042, 3620-2119

Secretaria de Meio Ambiente

64 3602-8400

Secretaria de Comunicação Social

64 3602-8001

FMC - Fundação Municipal de Cultura

64 3620-2071

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária

64 3602-1281 / 64 992241507