ACESSIBILIDADE
TAMANHO DA FONTE:
A+
A
A-
  • serviços Cidadão

  • serviços Empresa

  • serviços Servidor

  • consulta Processos

  • Acesso à
    Informação
+
postado em 28 mar 2008 em Notícias

Perdigão vai duplicar capacidade de processamento de aves no Sudoeste goiano

        A expansão faz parte de um programa de investimentos de mais de R$ 1 bilhão da empresa e seus parceiros no Estado

A Perdigão aumentará a capacidade de abate da unidade de Jataí, de 70 mil para 140 mil aves/dia. Esta primeira fase de expansão da planta consumirá parte dos R$ 165 milhões dos recursos que a empresa destinará a todo projeto que, a longo prazo, elevará essa capacidade a 280 mil aves/dia. Está prevista também a construção de uma nova unidade industrial em terreno contíguo à atual, a ser doado pela Prefeitura Municipal.

A planta de Jataí foi adquirida em agosto do ano passado, mas desde 2005 vinha operando para Perdigão sob a forma de produção por encomenda. O negócio, no valor de R$ 28,5 milhões, incluiu a compra de uma fábrica de rações, concretizando a operação também iniciada em 2005, quando a empresa comprou um incubatório e uma granja de matrizes, além de incorporar 71 produtores rurais ao seu sistema de integração.

Plano de investimentos

O projeto de aumento de capacidade de processamento na unidade de Jataí integra um programa de ampliação dos negócios da Perdigão em Goiás que, nos próximos três anos, receberá R$ 1,1 bilhão em investimentos, que contemplam também diversos projetos já iniciados pela empresa, em Mineiros e Rio Verde. Deste total, R$ 700 milhões vão ser aplicados na expansão dos sistemas de integração de aves e suínos nas regiões de Mineiros, Jataí e Rio Verde, para atender as unidades industriais da empresa em operação naqueles municípios.

Os recursos previstos para os produtores integrados serão financiados pelo FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste), por intermédio do Banco do Brasil. Com esses projetos, a Perdigão consolidará sua presença no sudoeste de Goiás, que hoje já é um de seus principais pólos de produção, comercialização e exportação de produtos alimentícios.

O montante a ser liberado pelo FCO beneficiará cerca de 150 novos produtores rurais que vão operar em toda a cadeia produtiva de aves e suínos. Até 2010, deverão ser implantados 308 novos núcleos de granjas entre os três municípios.

Os projetos desenvolvidos pela Perdigão em Goiás, até o início deste ano, já geraram mais de 9,2 mil empregos diretos e cerca de 27,9 mil indiretos, números que fizeram da companhia a maior empregadora do Centro-Oeste. Do total de R$ 1,65 bilhão aplicado no segmento de carnes no Estado, a partir da construção do Complexo Agroindustrial de Rio Verde, R$ 1,05 bilhão foi investido pela companhia e R$ 606 milhões, pelos integrados. 
 
Recentemente, a empresa incorporou, em Goiás, a unidade de lácteos que pertencia à Eleva Alimentos. A planta fica em Itumbiara e produz leite UHT com a marca Elegê, leite em pó, creme de leite e manteiga.


Os projetos

 Para atender as novas necessidades da planta de Jataí, com a ampliação da capacidade de abate de aves em duas fases, haverá um incremento do sistema de integração nos municípios próximos à unidade, para o qual o FCO deverá destinar R$ 210 milhões. Uma parcela desse valor será aplicada na primeira fase da expansão, em que o número de núcleos de granjas no entorno do município chegará a 145.

Já em Mineiros, para ampliar o sistema de integração de aves pesadas (perus) que elevará para 163 o número de núcleos de granjas, está prevista a liberação de aproximadamente R$ 230 milhões até 2010.

 O Complexo Agroindustrial de Mineiros, inaugurado em março de 2007, terá capacidade para processar 81 mil toneladas/ano de produtos à base de carne de aves pesadas, o equivalente a 44 mil cabeças de peru por dia, quando estiver operando a plena carga no decorrer de 2009.

Com a expansão da planta de Rio Verde, que elevou para 420 mil de cabeças a capacidade de abates de aves por dia e, até 2009, ampliará a de suínos, que chegará a 7 mil cabeças por dia, o número de produtores integrados também está sendo aumentado, devendo atingir 338. Para a execução da fase mais avançada desse projeto, o FCO deverá liberar R$ 270 milhões a novas parcerias.


 Mega centro de distribuição

Ainda em Goiás, a Perdigão está investindo cerca de R$ 62 milhões (recursos próprios) na ampliação do Centro de Distribuição de Rio Verde, que será um dos maiores da empresa a operar no país. O centro, cuja capacidade de armazenagem chegará a 16 mil posições, além de armazenar cargas produzidas no Estado, vai consolidar cargas de outras unidades da companhia espalhadas pelo país para atender as regiões Centro-Oeste, Norte, Nordeste e parte do Sudeste.

O CD contará com as mais modernas soluções em armazenagem e movimentação de cargas e deverá suportar o crescimento da empresa até 2011. O início da primeira fase das operações está previsto para junho próximo. E, em outubro, o centro passará a funcionar a plena carga

Compartilhe notícia:

Telefones úteis

Lista telefones da Prefeitura

Executivo

Gabinete do Prefeito

64 3602-8030

Órgãos e Empresas Públicas

Procuradoria Geral do Município

64 3602-8026

AMT - Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito

64 3620-2069 / 3620-0007 e 156

IPARV – Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Rio Verde

64 2101-7100 , 2101-7101, 2101-7102

PROCON

64 3602-8600

AMAE/RV - Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico

64 3620-2065 / 9 9264-3896

Hospital Materno Infantil Augusta Bastos (HMIAB)

64 36

Ouvidoria - Prefeitura de Rio Verde (GO)

64 3602-8080

Departamentos

CMEI Professora Judith Iara Alves Augusto

64 99284-7521

EMEF Professora Maria Dulce Rocha Duarte Barbosa

64 3620-2011 / 9 9278-2472

CMEI Caminho da Vida

64 3620-3228

Secretarias

Secretaria de Planejamento e Gestão

64 3602-8040 / 3602-8087

Controladoria Geral do Município

64 3602-8055

Secretaria de Assistência Social

64 3602-8800

Secretaria de Turismo

64 3620-2146

Secretaria da Fazenda

64 3624-2400 / 2413

Secretaria de Educação

64 3602-8200

Secretarias

Secretaria de Saúde

64 3602-8100 - 64 3602-8123

Secretaria de Ação Urbana e Serviços Públicos

64 3620-2131 / 3620-2141

Secretaria Infraestrutura Urbana

64 3602-7200

Secretaria de Infraestrutura Rural

64 3620-0012

Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável

64 3620-4130

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

64 3612-1944

Secretaria de Esportes e Lazer

64 3620-2081, 3620-2042, 3620-2119

Secretaria de Meio Ambiente

64 3602-8400

Secretaria de Comunicação Social

64 3602-8001

Secretaria de Cultura

64 3620-2071

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária

64 3602-1281 / 64 992241507