ACESSIBILIDADE
TAMANHO DA FONTE:
A+
A
A-
  • serviços Cidadão

  • serviços Empresa

  • serviços Servidor

  • consulta Processos

  • Acesso à
    Informação
+
postado em 03 out 2007 em Secretaria Infraestrutura Urbana

Impactos do cultivo da cana em debate

O 2º Fórum de Ciência e Tecnologia do Cerrado será realizado nesta sexta-feira, dia 5 de outubro, a partir das 8h30, no auditório do ICB 1 (Campus II da UFG), com o tema emergente: Os Impactos Econômicos, Sociais e Ambientais no Cultivo da Cana de Açúcar no Território Goiano.   Uma mesa redonda com professores pesquisadores da UFG e da UCG fará apresentação dos diversos aspectos do assunto com moderação do Ministério Público de Goiás e, em seguida, haverá argüição de representantes de entidades de classe, da imprensa, movimento social e órgão públicos.   A programação ocorre dentro da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, cujo tema deste ano é Terra. O tema foi escolhido porque os riscos do aquecimento global colocaram a produção do etanol no centro do debate mundial e a demanda por esse biocombustível deve aumentar em larga escala nos próximos anos gerando preocupações que envolvem condições de trabalho, gestão ambiental, uso e reuso da água, desmatamento e reflorestamento, técnicas sustentáveis de manejo, condições de transporte e aspectos físicos e químicos do produto final.   De acordo com o Jornal Valor (28/09), com terras mais baratas comparadas a São Paulo e também ao Triângulo Mineiro, Goiás tem recebido pesados aportes de usinas, se tornou atraente para os canaviais e já é considerado como nova fronteira para a cana.   O Estado deve receber nos próximos cinco anos R$ 12 bilhões para a construção de usinas de açúcar e álcool. Mas já há resistências, sobretudo de municípios como Rio Verde, Jataí e Mineiros, onde estão instaladas integrações de aves e suínos e o avanço da cana já preocupa as empresas que temem que a oferta de grãos seja afetada.   A prefeitura de Rio Verde limitou a produção de cana para evitar um avanço da produção sobre os grãos. A cidade de Mineiros ameaça fazer o mesmo.   De acordo com a professora e pesquisadora Selma Simões (UFG -IESA), que falará sobre os impactos ambientais na programação, o sistema sulcroalcooleiro vem apresentando um processo de notável expansão no estado de Goiás nos últimos anos, em especial desde 2005, quando de menos de 20 usinas saltou para 34 em 2006 e atualmente para 74 confirmadas, além de mais 36 em cadastro ou análise, somando uma centena.   Uma análise preliminar da distribuição dessas usinas permitiu detectar as tendências da expansão e de suas relações com os atributos do meio físico, com o objetivo de selecionar as áreas que poderão sofrer impactos ambientais e merecerão, por isso, estudos mais detalhados.   Os resultados revelaram que as Microrregiões do Meia Ponte, Sudoeste Goiano e Vale do rio dos Bois, integrantes da Mesorregião Sul Goiano, respondem pela maior concentração de usinas em diversos estágios (desde em operação até apenas em cadastro).   Os dados revelam ainda que a expansão já envolve, também, o Centro Goiano, ao Norte.

Compartilhe notícia:

Telefones úteis

Lista telefones da Prefeitura

Executivo

Gabinete do Prefeito

64 3602-8030

Órgãos e Empresas Públicas

Procuradoria Geral do Município

64 3602-8026

AMT - Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito

64 3620-2069 / 3620-0007 e 156

IPARV – Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Rio Verde

64 2101-7100 , 2101-7101, 2101-7102

PROCON

64 3602-8600

AMAE/RV - Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico

64 3620-2065 / 9 9264-3896

Hospital Materno Infantil Augusta Bastos (HMIAB)

64 36

Departamentos

CMEI Professora Judith Iara Alves Augusto

64 99284-7521

EMEF Professora Maria Dulce Rocha Duarte Barbosa

64 3620-2011 / 9 9278-2472

CMEI Caminho da Vida

64 3620-3228

Secretarias

Secretaria de Planejamento e Gestão

64 3602-8040 / 3602-8087

Controladoria Geral do Município

64 3602-8055

Secretaria de Assistência Social

64 3602-8800

Secretaria de Turismo

64 3620-2146

Secretaria da Fazenda

64 3624-2400 / 2413

Secretaria de Educação

64 3602-8200

Secretarias

Secretaria de Saúde

64 3602-8100 - 64 3602-8123

Secretaria de Ação Urbana e Serviços Públicos

64 3620-2131 / 3620-2141

Secretaria Infraestrutura Urbana

64 3602-7200

Secretaria de Infraestrutura Rural

64 3620-0012

Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável

64 3620-4130

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

64 3612-1944

Secretaria de Esportes e Lazer

64 3620-2081, 3620-2042, 3620-2119

Secretaria de Meio Ambiente

64 3602-8400

Secretaria de Comunicação Social

64 3602-8001

Secretaria de Cultura

64 3620-2071

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária

64 3602-1281 / 64 992241507