MAPA DO SITE TELEFONES ÚTEIS
ACESSIBILIDADE
TAMANHO DA FONTE:
A+
A
A-
  • serviços Cidadão

  • serviços Empresa

  • serviços Servidor

  • consulta Processos

  • Acesso à
    Informação
+
postado em 24 maio 2006 em Notícias

Criminalidade em Rio Verde diminui nos últimos anos

O assunto em torno da segurança pública esteve em destaque em toda mídia brasileira nos últimos 10 dias. A maior cidade do País, São Paulo, sofreu com as rebeliões nos presídios, os confrontos entre polícia e preso, incêndios de 80 ônibus, cerca de 250 ataques que resultaram em mais de 160 mortes. Policiais militares, civis, agentes penitenciários, cidadãos comuns, foram mortos e esse foi considerado o maior ataque contra a força de segurança do Estado.   O Brasil todo chocou e acompanhou a audácia dos bandidos e as conseqüências dos atentados atribuídos à facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), em resposta à transferência de 765 presos ligados à facção para a Penitenciária 2 de Presidente Venceslau. Os ataques provaram para o mundo as falhas na segurança pública do País e a fragilidade do sistema carcerário. Culpa do governo de São Paulo, da sociedade, dos reeducandos, cada um atribui a culpa a alguém e por enquanto fica o medo de sair às ruas e a dúvida se realmente houve um acordo entre autoridades governamentais, Polícia Civil e chefes do PCC para cessar a onda de violência.   Em Goiás, números revelam que o investimento em segurança pública no Estado reduziu significamente de 2001 até esse ano. De acordo com os dados retirados do site Contas Abertas, em 2001, foram investidos cerca de R$ 20 milhões e em 2006, apenas R$ 1,7 milhão, ou seja, uma queda de R$ 18,3 milhões em cinco anos.     Mesmo com a escassez de recursos orçamentários, Rio Verde se destaca na redução dos índices de criminalidade. Segundo estatísticas da Polícia Militar, de outubro de 2005 a março desse ano, houve diminuição de 99,5% nos furtos em residência, 98,75% nos roubos a pessoa, 99,5% nos roubos em estabelecimentos comerciais, 98,5% nas tentativas de homicídio, 96% em furtos de veículos e 50% nos atentados violentos ao pudor. No restante dos casos, furto em estabelecimento comercial, homicídio e estupro, não houve redução nem aumento, apenas a permanência dos números.   Esses resultados positivos se devem também às ações Municipais, desenvolvidas na gestão do prefeito Paulo Roberto Cunha. Apesar da responsabilidade pela segurança pública ser do governo do Estado, o Prefeito se preocupa com o bem estar da população. Recentemente cedeu um espaço destinado ao Centro de Reintegração, onde será implantado o sistema do regime semi-aberto. Cerca de 200 reeducandos serão transferidos para o prédio da antiga CONAB (Companhia Nacional de Abastecimento), onde receberão assistências médica e psicológica e estarão reclusos no período da noite. A medida, segundo o juiz da Vara Criminal de Rio Verde, Levine Raja, vai contribuir mais ainda para a redução dos índices de criminalidade na Cidade. “Os pequenos furtos e roubos que acontecem à noite vão diminuir, já que os reeducandos estarão no Centro”.     A Prefeitura de Rio Verde desenvolve também um trabalho em parceria com o Corpo de Bombeiros, o Projeto Bombeiro Mirim. Com objetivo, também, de recuperar menores infratores, o Projeto atende 60 crianças de baixa renda, que recebem educação, reforço escolar, assistências médica, odontológica e psicológica. Há um ano, o trabalho está sendo desenvolvido e a primeira turma irá se formar no próximo dia três de julho. A intenção é que o trabalho continue.   “Nós cobramos do governo estadual medidas que garantam a segurança do cidadão rio-verdense e os recursos são pequenos. Mesmo assim, não posso fechar os olhos para o problema e não posso também arcar com toda responsabilidade. Mas estou fazendo de tudo que está ao alcance da administração pública do Município para conter a criminalidade. Não quero que aconteça aqui como ocorreu em São Paulo e por isso procuro dar melhores condições aos nossos reeducandos”, destacou o Prefeito.

Compartilhe notícia:

Telefones úteis

Lista telefones da Prefeitura

Executivo

Gabinete do Prefeito

64 3602-8030

Órgãos e Empresas Públicas

Chefia de Gabinete do Prefeito

64 3602-8030, 3602-8048

Procuradoria Geral do Município

64 3602-8026

AMT - Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito

64 3620-2069 / 3620-0007 e 156

IPARV – Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Rio Verde

64 2101-7100 , 2101-7101, 2101-7102

PROCON

64 3602-8600

AMAE/RV - Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico

64 3620-2065 / 9 9264-3896

Secretarias

Secretaria de Planejamento e Gestão

64 3602-8040 / 3602-8035

Controladoria Geral do Município

64 3602-8055

Secretaria de Assistência Social

64 3602-8800

Secretaria da Fazenda

64 3624-2400 / 2413

Secretaria de Educação

64 3602-8200

Secretarias

Secretaria de Saúde

64 3602-8100 - 64 36028123

Secretaria de Ação Urbana e Serviços Públicos

64 3620-3203 / 64 3620-2131

Secretaria Infraestrutura Urbana

64 3602-7200

Secretaria de Infraestrutura Rural

64 3620-0012

Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo

64 3620-4130

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

64 3612-1944

Secretaria de Esportes e Lazer

64 3620-2081, 3620-2042, 3620-2119

Secretaria de Meio Ambiente

64 3602-8400

Secretaria de Comunicação Social

64 3602-8001

FMC - Fundação Municipal de Cultura

64 3620-2071

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária

64 3602-1281 / 64 992241507