Conab aprova projeto de Agricultura Familiar para Rio Verde - Prefeitura Municipal de Rio Verde
ACESSIBILIDADE
TAMANHO DA FONTE:
A+
A
A-
  • serviços Cidadão

  • serviços Empresa

  • serviços Servidor

  • consulta Processos

  • Acesso à
    Informação
+
postado em 28 nov 2006 em Secretaria Infraestrutura Urbana

Conab aprova projeto de Agricultura Familiar para Rio Verde

A Prefeitura de Rio Verde, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, participou ontem, 27, no auditório do Sindicato Rural, de um encontro que reuniu representantes das Secretarias Municipais de Educação e Promoção Social, do Poder Público Federal (Conab), de entidades como cooperativas e Associações de Produtores, alguns produtores rurais, além do presidente do Sindicato Rural, Bairon Araújo e do Secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Paulo Martins, que representou o prefeito Paulo Roberto Cunha.

Na ocasião, o representante da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) , Joel Lemos, apresentou aos participantes o projeto do governo, aprovado para o município de Rio Verde, que beneficia a Agricultura Familiar local.  O programa tem como objetivo promover a integração entre produtores rurais de pequeno porte com o mercado consumidor.  Com a união de recursos de organizações governamentais, não governamentais e iniciativa privada, criam-se as condições necessárias para impulsionar os negócios dos produtores rioverdenses.

 

Por meio do projeto, o Governo Federal disponibiliza recursos para a compra de produtos no que diz respeito ao agronegócio familiar. Os negócios são intermediados por uma cooperativa. Joel Lemos apresentou as opções de compra e os instrumentos de sustentação de preços e apoio à comercialização da agricultura familiar. O primeiro projeto dessa linha, aprovado para Rio Verde, conta com 31 produtores cadastrados; atenderá cerca de 16.626 pessoas diariamente, movimentando R$ 77.400,54, que já estão liberados na conta da cooperativa para o início do processo. Com os recursos do Conab é feita a compra da produção de agricultores familiares e feita a doação para escolas públicas e entidades de promoção social.

 

“A Conab faz o levantamento junto aos produtores e a Cooperativa distribui os produtos às entidades de cunho social, como escolas, asilos, Hospitais Públicos, Creches, entre outras. Além disso, também é de responsabilidade da Conab supervisionar ambas as partes, fiscalizando se o produtor está recebendo e armazenando corretamente os produtos e se os mesmos são de qualidade. Não admitimos desperdícios e exigimos qualidade”, destaca Lemos. De acordo com o projeto, o limite de comercialização de produtos por produtor é de R$ 3.500,00 DAP/ano.

 

Joel Lemos garante que por meio do projeto, os produtores recebem de 30% a 40% a mais do que a média de mercado na venda dos seus produtos, e que seu principal objetivo é munir os produtores das estruturas necessárias para que ele aproveite todas as oportunidades.

 

Quem é beneficiário também garante que o projeto permite ganhos de vários lados. Representantes de escolas que se beneficiam dos produtos comercializados pelo projeto confirmaram que os prazos de entrega dos produtos estão sendo cumpridos e a qualidade dos mesmos também.

 

É um processo que promove benefícios a toda a cadeia que envolve. “Há casos em que uma mesma família pode ser beneficiada duas vezes. O produtor, por receber preços justos, e seu filho por consumir uma merenda escolar de melhor qualidade”, exemplifica Lemos.

 

Para Paulo Martins, a expectativa quanto ao pontapé inicial para alavancar a agricultura familiar e movimentar ainda mais a economia da Cidade não poderia ser melhor. “Essa iniciativa aquece a economia e promove o benefício mútuo de todos os envolvidos. É uma cadeia de renda. Ganham os produtores – que recebem preços mais justos pelos seus produtos -, os beneficiários – que terão produtos qualificados no prazo determinado – e, principalmente, o consumidor final, que vai ter a certeza do consumo de um produto fresco e de qualidade”, ressalta o Secretário.

Compartilhe notícia:

Telefones úteis

Lista telefones da Prefeitura

Executivo

Gabinete do Prefeito

64 3602-8030

Órgãos e Empresas Públicas

Procuradoria Geral do Município

64 3602-8026

AMT - Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito

64 3620-2069 / 3620-0007 e 156

IPARV – Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Rio Verde

64 2101-7100 , 2101-7101, 2101-7102

PROCON

64 3602-8600

AMAE/RV - Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico

64 3620-2065 / 9 9264-3896

Hospital Materno Infantil Augusta Bastos (HMIAB)

64 36

Departamentos

CMEI Professora Judith Iara Alves Augusto

64 99284-7521

EMEF Professora Maria Dulce Rocha Duarte Barbosa

64 3620-2011 / 9 9278-2472

CMEI Caminho da Vida

64 3620-3228

Secretarias

Secretaria de Planejamento e Gestão

64 3602-8040 / 3602-8087

Controladoria Geral do Município

64 3602-8055

Secretaria de Assistência Social

64 3602-8800

Secretaria de Turismo

64 3620-2146

Secretaria da Fazenda

64 3624-2400 / 2413

Secretaria de Educação

64 3602-8200

Secretarias

Secretaria de Saúde

64 3602-8100 - 64 3602-8123

Secretaria de Ação Urbana e Serviços Públicos

64 3620-2131 / 3620-2141

Secretaria Infraestrutura Urbana

64 3602-7200

Secretaria de Infraestrutura Rural

64 3620-0012

Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável

64 3620-4130

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

64 3612-1944

Secretaria de Esportes e Lazer

64 3620-2081, 3620-2042, 3620-2119

Secretaria de Meio Ambiente

64 3602-8400

Secretaria de Comunicação Social

64 3602-8001

Secretaria de Cultura

64 3620-2071

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária

64 3602-1281 / 64 992241507