ACESSIBILIDADE
TAMANHO DA FONTE:
A+
A
A-
  • serviços Cidadão

  • serviços Empresa

  • serviços Servidor

  • consulta Processos

  • Acesso à
    Informação
+
postado em 08 fev 2008 em Secretaria Infraestrutura Urbana

Agora lista do governo para UE conta com 683 fazendas

   

Falha atrasa retomada de exportação de carne bovina

Ao entregar à União Européia na semana passada uma lista de 2.681 fazendas de gado repleta de inconformidades, o governo brasileiro deu razão às críticas internacionais. Agora, vai fazer um "pente-fino" na lista e encaminhar uma nova relação na semana que vem.


A lista parcial de ontem tinha 683 fazendas, mas o governo espera que esse número aumente nos próximos dias. Nas negociações, a União Européia queria restringir a compra de carne a 300 propriedades.
As falhas atrasam a retomada das vendas de carne bovina para o bloco, suspensas desde a semana passada justamente pela falta de credibilidade do governo brasileiro com autoridades européias. A Folha apurou que houve forte pressão de pecuaristas para o envio da lista inicial com 2.681 fazendas.


A reelaboração da lista e a confissão de falhas representam um recuo político do governo, que considerou a decisão européia "arbitrária, desnecessária, desproporcional e injustificada" e protestou formalmente na OMC (Organização Mundial do Comércio).
Ontem, em Madri, o chanceler Celso Amorim voltou a reclamar da decisão européia. "Essa medida tem, indiscutivelmente, um caráter protecionista. Independentemente de ter havido erros, acertos, avanços, na questão relacionada com o controle de cada uma das fazendas ou frigoríficos."


As vendas de carne bovina para os 27 países do bloco foram suspensas no dia 1º de fevereiro, mas não há embargo declarado formalmente. Na semana passada, o bloco esperava uma lista com cerca de 300 fazendas inspecionadas in loco, mas foi surpreendido com a lista de 2.681 propriedades.


Na ocasião, o Brasil disse que o número maior foi possível porque as fazendas foram fiscalizadas pelas secretarias estaduais de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Goiás e Mato Grosso. O problema é que essa fiscalização ainda deixou falhas e inconformidades, principalmente de documentação.
Entre os problemas, estão discrepâncias sobre a quantidade de bois declarados, ausência de documentos das fazendas e falta de notas fiscais de compra de vacina ou gado.


Agora, o governo federal está verificando as fazendas individualmente. "A falta de uma fiscalização mais presente deixou que as coisas acontecessem. As fazendas não foram fiscalizadas devidamente", disse o secretário de Defesa Agropecuária, Inácio Kroetz.
Até o final de 2007, os pecuaristas eram fiscalizados por empresas certificadoras. A UE exigiu que as inspeções fossem feitas por servidores públicos. Mudança administrativa do Ministério da Agricultura, então, compartilhou essa função com as secretarias estaduais.


Segundo o presidente da Conseagri (Conselho dos Secretários Estaduais de Agricultura), Gilman Viana Rodrigues, uma das explicações para as falhas na fiscalização foi o prazo exíguo dado pela União Européia. "O tempo dado foi muito pequeno. Não enviamos a lista sabendo que estava em conformidade. Não houve tempo, havia muita pressa nessa primeira etapa", afirmou.
A estratégia do governo brasileiro, agora, é encaminhar listas parciais à medida que as fazendas forem vistoriadas novamente. Ainda não há previsão do total de propriedades na lista da semana que vem. "Isso é um processo dinâmico, de um dia para outro muda o banco de dados. O número exato não diz muita coisa, o importante é a qualidade", afirmou Kroetz.

Folha de S. Paulo

Compartilhe notícia:

Telefones úteis

Lista telefones da Prefeitura

Executivo

Gabinete do Prefeito

64 3602-8030

Órgãos e Empresas Públicas

Procuradoria Geral do Município

64 3602-8026

AMT - Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito

64 3620-2069 / 3620-0007 e 156

IPARV – Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Rio Verde

64 2101-7100 , 2101-7101, 2101-7102

PROCON

64 3602-8600

AMAE/RV - Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico

64 3620-2065 / 9 9264-3896

Hospital Materno Infantil Augusta Bastos (HMIAB)

64 36

Departamentos

CMEI Professora Judith Iara Alves Augusto

64 99284-7521

EMEF Professora Maria Dulce Rocha Duarte Barbosa

64 3620-2011 / 9 9278-2472

CMEI Caminho da Vida

64 3620-3228

Secretarias

Secretaria de Planejamento e Gestão

64 3602-8040 / 3602-8087

Controladoria Geral do Município

64 3602-8055

Secretaria de Assistência Social

64 3602-8800

Secretaria de Turismo

64 3620-2146

Secretaria da Fazenda

64 3624-2400 / 2413

Secretaria de Educação

64 3602-8200

Secretarias

Secretaria de Saúde

64 3602-8100 - 64 3602-8123

Secretaria de Ação Urbana e Serviços Públicos

64 3620-2131 / 3620-2141

Secretaria Infraestrutura Urbana

64 3602-7200

Secretaria de Infraestrutura Rural

64 3620-0012

Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável

64 3620-4130

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

64 3612-1944

Secretaria de Esportes e Lazer

64 3620-2081, 3620-2042, 3620-2119

Secretaria de Meio Ambiente

64 3602-8400

Secretaria de Comunicação Social

64 3602-8001

Secretaria de Cultura

64 3620-2071

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária

64 3602-1281 / 64 992241507