“A preservação das microbacias deve começar hoje,” disse palestrante da Emater - Prefeitura Municipal de Rio Verde
ACESSIBILIDADE
TAMANHO DA FONTE:
A+
A
A-
  • serviços Cidadão

  • serviços Empresa

  • serviços Servidor

  • consulta Processos

  • Acesso à
    Informação
+
postado em 25 nov 2011 em Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

“A preservação das microbacias deve começar hoje,” disse palestrante da Emater

Depois do trabalho de meses em reuniões e planejamento, a Prefeitura de Rio Verde, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Superintendência de Meio Ambiente, lançou oficialmente do programa “Produtores de Água” (Programa de remuneração para preservação das microbacias) e a Associação dos Produtores de água da Microbacia do Ribeirão Abobora. O evento foi nesta quinta-feira, 24, data especialmente escolhida por se tratar do dia do Rio, no auditório Cleber Reis Costa (Prefeitura de Rio Verde).

  Para comemorar este dia tão importante, o engenheiro agrônomo da Emater, Romeu Soares Filho, foi convidado para explanar sobre Microbacias Hidrográficas. O palestrante ressaltou que a preservação da água não é só para o futuro. Ele lembra que a água já esta cara e que a falta de cuidado com as microbacias causará uma escassez ainda maior dela. “O preço de um litro de água potável esta em torno de R$ 1,50, enquanto o litro de gasolina custa o dobro. Se a água chegou a este preço hoje, imaginem no futuro? E lembrando que sem gasolina nós sobrevivemos, mas sem água não,” disse Romeu.   Outra palestrante da noite foi a engenheira química do programa, Ursula Guerra, que falou sobre as características da água que está poluída e, também, da potável. “Iremos acompanhar a qualidade da água das microbacias que os produtores estarão preservando para sabermos se a preservação está sendo correta,” disse a palestrante.   Para apresentar o programa, a secretária de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Meio ambiente de Rio Verde, Marion Kompier, explicou seus procedimentos, ressaltando como será feito o pagamento aos produtores que participarem do programa deu detalhes do mesmo. “Fomos os primeiros a lançar o programa “Produtores de Água” em Goiás e isso se deve às nossas parcerias com os produtores, faculdades, entidades relacionadas e ao Prefeito Juraci Martins, que sempre tem nos apoiado.”    Marion também contou que o trabalho de conclusão de curso de Renata Pereira Furtado facilitou o andamento da elaboração do programa. Segundo a secretária, o projeto constava de um diagnostico das microbacias do Ribeirão do Córrego Abóbora e isso fez com que a Prefeitura tivesse um ponto de partida no programa.   Para a estudante, ver seu projeto sair do papel foi uma grande realização. “O meu trabalho durou dois anos, foi em campo, procurei as nascentes e diagnostiquei quais estavam preservadas ou não. Tive muita ajuda da Ana Gomes e do Benjamim Ferreira, que são produtores da região e hoje estão engajados neste programa,” conta Renata. A orientadora deste trabalho foi a professora Regina Celi, que destacou o apoio dado pela Prefeitura para a viabilização do projet.o “Parabenizo a secretaria por incentivar este projeto tão importante para a preservação das nascentes,” disse a orientadora.   O coordenador do programa “Produtores de Água”, o engenheiro Agrônomo, Abel Elias, explica que estão sendo feitas novas visitas as nascentes das microbacias e que das 29 propriedades do Ribeirão Abóbora, 10 já foram visitadas pela equipe da prefeitura e muitas estão bem cuidadas. “Se o produtor fizer uma cerca adequada e cuidar das matas ciliares, as nascentes vão sendo restauradas.”                                      Fotos: Náira Penteado

Representantes de várias entidades relacionadas à preservação ambiental lotaram o auditório da Prefeitura

Ursula Guerra falou sobre as características da água que está poluída e, também, da potável

 Romeu Soares Filho durante palestra sobre Microbacias Hidrográficas

Marion Kompier agradeceu ao apoio dado para a viabilização do projeto

Representantes da Associação do Produtores de Água  da Microbacia do Ribeirão Abóbora

 

Compartilhe notícia:

Telefones úteis

Lista telefones da Prefeitura

Executivo

Gabinete do Prefeito

64 3602-8030

Órgãos e Empresas Públicas

Procuradoria Geral do Município

64 3602-8026

AMT - Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito

64 3620-2069 / 3620-0007 e 156

IPARV – Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Rio Verde

64 2101-7100 , 2101-7101, 2101-7102

PROCON

64 3602-8600

AMAE/RV - Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico

64 3620-2065 / 9 9264-3896

Hospital Materno Infantil Augusta Bastos (HMIAB)

64 36

Ouvidoria - Prefeitura de Rio Verde (GO)

64 3602-8080

Departamentos

CMEI Professora Judith Iara Alves Augusto

64 99284-7521

EMEF Professora Maria Dulce Rocha Duarte Barbosa

64 3620-2011 / 9 9278-2472

CMEI Caminho da Vida

64 3620-3228

Secretarias

Secretaria de Planejamento e Gestão

64 3602-8040 / 3602-8087

Controladoria Geral do Município

64 3602-8055

Secretaria de Assistência Social

64 3602-8800

Secretaria de Turismo

64 3620-2146

Secretaria da Fazenda

64 3624-2400 / 2413

Secretaria de Educação

64 3602-8200

Secretarias

Secretaria de Saúde

64 3602-8100 - 64 3602-8123

Secretaria de Ação Urbana e Serviços Públicos

64 3620-2131 / 3620-2141

Secretaria Infraestrutura Urbana

64 3602-7200

Secretaria de Infraestrutura Rural

64 3620-0012

Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável

64 3620-4130

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

64 3612-1944

Secretaria de Esportes e Lazer

64 3620-2081, 3620-2042, 3620-2119

Secretaria de Meio Ambiente

64 3602-8400

Secretaria de Comunicação Social

64 3602-8001

Secretaria de Cultura

64 3620-2071

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária

64 3602-1281 / 64 992241507